Procrastinante

Deixei o café pra fazer
Um livro pra continuar a ler
E a camisa pra lavar.

Deixei o almoço pelo jantar
O sapato no terraço
E a TV ligada na sala de estar.

Deixei o cuscuz na panela desligada
Fiz o café e não deu em nada
Ele esfriou porque preferi me deitar.

Acordei com fome, levantei de súbito
Bati a cabeça na janela, me senti inútil
Olhei a bagunça e pensei em arrumar
Mas deixei pra depois, segui a procrastinar.

1 comentários:

Postar um comentário

Todo Escrito no Universo de Andrômeda tem sentimento. O que este te fez sentir?